Destaques Policial Política

CPI para apurar denúncias de cobranças irregulares a barraqueiros na Festa de Santo Antônio pode ser aberta hoje na Câmara de Barbalha.

O sub controlador do município da cidade de Barbalha está sendo acusado de participar de um esquema de cobrança ilegal aos barraqueiros durante a Festa de Santo Antônio. Juninho de Francelino, como é comumente conhecido o sub controlador, não atendeu a nenhuma das convocações feitas pela maioria da câmara de vereadores para que comparecesse para dar explicações sobre as denúncias que pesam contra o mesmo.
Diante da recusa da prefeitura municipal de enviar o funcionário para prestar os devidos esclarecimentos, os vereadores de oposição, que são maioria, já prepararam um requerimento para que seja votado na sessão de hoje a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para que sejam investigadas as denúncias caso o sub controlador não compareça na sessão desta quinta (22). Com a quantidade de votos assegurada para que a CPI seja aprovada e instaurada, os vereadores prometem ir a fundo nas investigações.
Na semana passada, uma comerciante usou a tribuna da câmara para denunciar que teria sido ameaçada com arma de fogo e agredida moralmente pelo sub controlador Juninho de Francelino e seu pai. A comerciante Rosilane dos Santos Guedes afirma ter ido cobrar um recibo de pagamento e ao receber, os valores não seriam os mesmos pago pela comerciante, o que teria deixado o sub procurador irritado com a comerciante. Ela ainda relatou que vários outros barraqueiros também passaram pela mesma situação, a de pagar um valor e ter um recibo diferente.
Essa denúncia motivou outros comerciantes a fazer o mesmo, e a tribuna mais uma vez foi ocupada por outro barraqueiro que repetiu as mesmas denúncias.

 

Escreva seu comentário