Destaques Policial

Comerciante denuncia Sub controlador da prefeitura de Barbalha por ameaça em suposto caso de arrecadação fraudulenta

 

A comerciante Rosilane dos Santos Guedes usou a tribuna da câmara de vereadores de Barbalha na última segunda feira (12), e fez graves denúncias contra o sub controlador do município que é conhecido por Juninho de Francelino. Rosilane afirma ter sido ameaçada com arma de fogo e ainda agredida verbalmente com palavras de baixo calão pelo sub controlador e por outro homem que o acompanhava.

A ameaça aconteceu no interior do parque da cidade durante a realização de um dos shows da Festa de Santo Antônio. Segundo a comerciante, ela teria procurado o pai de Juninho de Francelino, Luciano, para que o mesmo lhe desse o recibo de pagamento no valor de R$ 350,00 feito ao mesmo, referente ao espaço para a comercialização de produtos durante os festejos, mas somente lhe foi dado um recibo de R$ 242,00.

Segundo os vereadores de oposição, existem várias outras denúncias feitas por outros comerciantes de um esquema de arrecadação fraudulenta feita pelo sub controlador que se iniciou já no período do carnaval, onde foram apresentadas as primeiras denúncias ao Ministério Público.

A informação  que se tem é de que Juninho é um dos homens da mais alta confiança do prefeito Argemiro Sampaio. Para os vereadores o caso é extremamente grave e deve ser apurado com rigor pela justiça. Um boletim de ocorrência foi feito pela comerciante que foi orientada pelos edis a levar adiante o caso para que os responsáveis sejam punidos.

Para o vereador André Feitosa (PSDB), caso se confirmem as denúncias, o sub secretário Juninho agiu como um bandido ao ameaçar a comerciante, André ainda defendeu que o acusado seja convocado a dar explicações e caso se recuse que seja feito uso da força policial para isso. ‘’Essa casa não pose ser desmoralizada por pessoas que fazem parte do governo municipal’’, disparou André Feitosa.

O vereador Odair Matos (PT), ressaltou que o ato foi covarde principalmente por ter sido contra uma mulher, Odair ainda lembrou que outros processos já foram encaminhados ao Ministério Público contra o sub controlador Juninho de Francelino.

Ainda não se sabe qual a postura do prefeito Argemiro Sampaio mediante às graves acusações  a um funcionário da sua mais alta confiança.

Escreva seu comentário