Saúde

Fumaça de lixão coloca em risco a saúde dos moradores de Barbalha

A cidade de Barbalha amanheceu nesta segunda (24) completamente tomada pela fumaça oriunda do lixão que fica muito próximo de sua zona urbana. A situação é preocupante, pois o risco da população adquirir problemas respiratórios graves é eminente. O valor de 1.400,000 (Um milhão e quatrocentos mil) foi deixado pelo prefeito anterior para a construção de um aterro sanitário que resolveria de vez com o problema da fumaça tóxica, mas até agora nenhuma obra foi iniciada pelo atual gestão.

Uma nota em rede social foi publica pelo prefeito de Barbalha onde ele admite que o valor de 1.400,000 foi de fato deixado pelo gestor passado em conta judicial para a construção do aterro sanitário, mas segundo ele o valor não é suficiente e que precisaria de pelo menos 5 milhões para solucionar o problema. ‘’Estou negociando uma usina de reciclagem com tecnologia alemã em geração de energia através do lixo, caso o estudo saia positivo resolveremos de vez esse desastre’’. Afirmou.

Enquanto a solução não chega resta aos habitantes do local conviver com o risco de adquirirem algum tipo de patologia respiratória.

 

Escreva seu comentário